História do trem das onze

R$65,00

Disponível por encomenda

ISBN13: 9786556840246 Categoría:

É pouco sabido o fato de que o “trenzinho da Cantareira”, imortalizado pela composição de Adoniran Barbosa, tem sua origem vinculada à Companhia Cantareira e Esgoto, fundada em 25 de junho de 1877 e encampada pelo governo paulista em 17 de agosto de 1892. Objeto de estudo deste livro de Stanley Plácido, o Tramwayda Cantareira foi construído um ano depois, em 1893, para facilitar o transporte de material e mão de obra para os serviços de captação e abastecimento de água proveniente dos mananciais da Serra da Cantareira. Ancorado em extenso corpus documental, composto por fontes primárias originais a exemplo dos relatórios da empresa, este livro narra a trajetória da estrada de ferro da Cantareira ao revelar sua história icônica, cristalizada hátempos no imaginário popular graças ao “hino-canção” do samba paulistano acima aludido. O livro divide- e em quatro partes, indo dos primórdios do trecho ferroviário e passando por suas fases de expansão, arrendamento e eletrificação, até a sua definitiva incorporação à rede da Companhia Estrada de Ferro Sorocabana. Ao dialogar com a historiografia especializada no tema, o autor vai a fundo em questões tais como a do provimento dos serviços públicos em São Paulo, a do abastecimento de água e da implantação da rede de esgoto, a do transporte urbano, bem como o da própria urbanização da cidade. Tendo sua forma vertida de tese de doutoramento para livro, esta obra que o leitor tem em mãos é um exemplo extremamente bem construído do que costumamos chamar de história de empresas, e que, portanto, excede em muito a mera narrativa descritiva e apologética sobre o objeto aqui examinado. Agora sim, podemos ficar mais pacientemente à espera dos comboios ferroviários na boa companhia desta instigante História do “Trem das Onze”. Guilherme Grandi, Professor do Departamento de Economia da FEA-USP

Informação adicional

Dimensões 19 × 26 cm
Formato do produto

Idioma

Seja o primeiro a avaliar “História do trem das onze”

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Avaliações

Não há comentários ainda.

Menu