De caboclos a bem-te-vis – 2ª Edição

R$94,00

Disponível por encomenda

ISBN13: 9788539106608 Categoría:

Em De Caboclos a Bem-te-vis, num intenso diálogo entre o local, o regional, o nacional e o atlântico, Matthias Assunção procura entender como caboclos, escravos, libertos e descendentes de africanos tornam-se rebeldes e protagonizam uma das maiores revoltas do Brasil imperial, na primeira metade do século XIX, no Maranhão – a Balaiada. Com uma impactante pesquisa, tenho certeza que o leitor sairá convencido da importância do conhecimento histórico para revermos cristalizadas representações sobre a mobilização política de setores populares e negros, assim como para entendermos que o passado sempre pode reaparecer e ser acionado nas lutas políticas e identitárias do presente. A Balaiada, como mostra Matthias, não foi esquecida. O leitor perceberá no estudo de Assunção um escravo visto sob um ângulo incomum, pois cercado de indígenas e de europeus de variadas identidades. Também verá que o “tempo balaio” é um processo de difícil amálgama de todo este universo, e ao mesmo tempo é quando se forma a maior parte da riqueza que faz os caboclos transmutarem-se em bem-te-vis. Magda Ricci – Universidade Federal do Pará Resenha para Revista Afro-ásia 56 Dentre os méritos que emergem do texto, talvez o mais signi cativo e original esteja na proposta de explorar formas não escravistas de trabalho em uma das mais escravistas províncias do Império do Brasil. Pesquisa de fôlego sobre a sociedade maranhense [?] De Caboclos a Bem-te-Vis é leitura obrigatória para os pesquisadores dedicados às primeiras décadas do século 19. Marcelo Cheche Galves – Universidade Estadual do Maranhão Resenha para Revista Almanack 15

Informação adicional

Dimensões 21 × 28 cm
Formato do produto

Idioma

Seja o primeiro a avaliar “De caboclos a bem-te-vis – 2ª Edição”

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Avaliações

Não há comentários ainda.

Menu